Comentários estão desligados para este post

Diocese tem nova Fundação dedicada a Sílvia Cardoso

D. António Francisco dos Santos anunciou instituição no dia de aniversário da leiga, em processo de beatificação

O bispo do Porto, D. António Francisco dos Santos, Bispo do Porto, instituiu canonicamente esta quarta-feira a Fundação Sílvia Cardoso, que visa, entre outros objetivos, “difundir a vida e obra” da leiga, em processo de beatificação.

Sílvia Cardoso (1882-1950) nasceu em Paços de Ferreira, onde está sepultada, e distinguiu-se pelo seu trabalho social.

Em março de 2013, o Papa Francisco aprovou a publicação do decreto que reconhece as ‘virtudes heroicas’ da leiga portuguesa, que se empenhou na educação de crianças pobres e na ajuda aos doentes, em várias regiões do país.

O anúncio da nova fundação foi feito na data do aniversário natalício de ‘Dona Sílvia’, como era conhecida.

O momento foi assinalado com uma celebração eucarística, na igreja matriz de Paços de Ferreira, onde se encontra a capela tumular da venerável Sílvia Cardoso, sob a presidência de D. António Taipa, bispo auxiliar do Porto.

A Fundação Canónica Sílvia Cardoso tem sede em Paços de Ferreira, sendo dirigida pelo padre Samuel Guedes, vice-postulador da Causa de Canonização e Beatificação.

“A Fundação não tem fins lucrativos, mas apenas fins religiosos”, assinala uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A organização visa “cooperar e apoiar” a Postulação da Causa de Canonização de Sílvia Cardoso, divulgando a sua espiritualidade e promovendo a devoção a esta figura, além de “promover e comercializar publicações, estudos e objetos religiosos”.

OC